Follow

Presa ao chão, num voo eminente. Me arrasto em busca do fatal retorno, no meu perpétuo ciclo demente.

Owner: lizardprincess

Listed in: Arts

Language: Portuguese

Tags: Poetry

Report it


Site Statistics

Unique Visitors Today:
0
Page Views Today:
0
Unique Visitors this Week:
0
Page Views this Week:
0
Unique Visitors this Month:
1
Page Views this Month:
1
Total Unique Visitors:
1,613
Total Page Views:
2,165
Total Hits Out:
58
Traffic Chart

Latest Blog Posts for Lizard Princess

  • Sei lá
    on Dec 14, 2016
    Se não me consigo livrar Destes sentimentos Porque eles não me matam duma vez Ou transformar-me em pedra Nunca mais sentir ou imaginar Porque o coração parte-se tanto e tanto Que se transforma em pó E se não vale a pena sentir E é inútil eu...
  • Em título
    on May 5, 2016 in :S
    Podes sofrer, aprender, cair e levantar de novo Podes lamber as feridas, reabrir cicatrizes, esquecer as mágoas e resolver conflitos Podes chorar, sorrir perder, ganhar renascer e Evoluir Podes expandir os horizontes, lutar pelo futuro Podes passar...
  • Não tens saudade?
    on Mar 8, 2016 in eco Signos
    Não tens saudades? De enterrar as mãos na terra E andar descalça Ser uma princesa que berra Ser livre de não ser falsa E correr sem técnica nem direção Perder a graça Rir que nem uma desalmada Ser heroína aclamada De seguir o seu coração...
  • Postal antes do tempo...
    on Jan 22, 2016 in eco
    Envia-me um postal do inferno Um inverno antigo me corre nas veias Um milhão de tareias e um sinal de perigo O abrigo escasseia nesta tempestade Que destrói sem se manifestar Que afoga sem afogar Que ama sem amar E só sobra o mar E uma r...
  • E agora?
    on Dec 31, 2015
    Há uma força à espera De sair Há uma fera contente Por cair Dente por dente Olho para o passado Como uma narrativa doente Esquecido e perdoado E o futuro não é merecido Nem bem criado Não sabemos bem Mas a esperança Fica também À espera...
  • Coroação Astral
    on Aug 12, 2015 in Astros
    Ela tinha o pêlo mais macio De todo o reino Um olhar profundo e conquistador E um coração cheio De amor Ela é primogénita do sol Comandante da escuridão E das estrelas A companhia e a solidão Possuí o dom de entendê-las...
  • Não consigo dormir...
    on Jul 8, 2015 in :S eco Grito de Borboleta
    Estou vazia E não consigo dormir A noite é fria E não consigo dormir É quente também É húmida e seca Cheia de sensações Que não pertencem a ninguém As marés estão estagnadas E eu só imploro por mudança Já não choro nem dou ri...
  • Ou 8 oU 80
    on May 30, 2015 in eco
    E eles vão dizendo Só falo a quem me fala Só desejo os parabéns a quem mos deseja Só gosto de quem gosta de mim E pensa agora se o outro pensar assim E noutra hora Só gostaremos de ti Se gostares de ti própria Não mintas Mas a verdade é po...
  • O meu Feioso
    on Mar 14, 2015 in :S eco
    Aperta os lábios Não permitas a formação de sons Abre os olhos sábios E despede-te dos tons Pensa tanto Que o cérebro já não cabe na testa Conta a esse manto Como se faz uma festa Rasga os riscos Que se fazem rugas Voam os pisco...
  • Entre o sofá e a almofada
    on Mar 11, 2015 in :S eco Signos
    Procura-me para lá da noção do tempo Onde a estrada acaba E a ironia começa Procura-me para lá da direcção da razão Onde a luz é vaga E a segurança tropeça Procura como dar vazão Às cores de não fogem E torturam a alma...
Loading Comments...

Comments

{ds_PageTotalItemCount} commentcomments
{pvComments::date}
{pvComments::comment}

Post a Comment

Close